Pecado: Natural ou Naturalizado?

Sou natural do Brasil. Hipoteticamente, posso me tornar cidadão de um outro país, como Portugal, Alemanha ou Austrália, por exemplo.

Assim como nascemos em um lugar, de modo similar, nascemos em pecado, diz a Bíblia Sagrada. O salmista afirma: “Eu nasci na iniquidade, e em pecado me concebeu minha mãe” (Salmo 51:5).

Quando “nascemos de novo”, ou seja, quando confessamos a Jesus Cristo como nosso Salvador e Senhor, nos tornamos cidadãos do céu, adquirimos uma nova natureza. Ainda assim, enquanto estamos neste mundo caído, pecamos, sim.

A grande questão é que o pecado não pode ser um hábito; no máximo, um acidente de percurso, como já diz o pregador popular.

Apesar de o pecado ser algo natural da nossa carne e vontade humana, este não pode ser naturalizado. Naturalizamos o pecado quando nos apropriamos, damos vez à nossa “cidadania pecaminosa”, e erramos de maneira proposital.

Mas continuamos a pecar. Pequei. E agora?… Se arrependa, confesse seu pecado e siga em frente. Confie na misericórdia de Deus.

“Eu reconheço os meus pecados, e as minhas culpas tenho-as sempre diante de mim. Pequei contra vós, só contra vós, e fiz o mal diante dos vossos olhos” (Salmos 51:5-6).

De fato, “todo aquele que comete o pecado é escravo do pecado” (João 8:34). Sejamos, então, escravos de Cristo, de Sua Palavra, de Seu Espírito! Confiemos no sangue de Jesus, “derramado por muitos, em remissão dos pecados” (Mateus 26:28).

VERSÍCULOS PARA MEDITAÇÃO

“Derramarei sobre vós uma água pura e sereis purificados; Eu vos purificarei de todas as manchas e de todos os pecados. Dar-vos-ei um coração novo e infundirei em vós um espírito novo” (Ezequiel 36:25-26).

“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo” (1 João 2:1).

“Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12:2).

“Vigiem e orem para que não caiam em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca” (Mateus 26:41).

“Se continuarmos a pecar deliberadamente depois que recebemos o conhecimento da verdade, já não resta sacrifício pelos pecados, mas tão somente uma terrível expectativa de juízo e de fogo intenso que consumirá os inimigos de Deus” (Hebreus 10:26-27)

“Assim, eu digo a vocês, e no Senhor insisto, que não vivam mais como os gentios, que vivem na inutilidade dos seus pensamentos. Eles estão obscurecidos no entendimento e separados da vida de Deus por causa da ignorância em que estão, devido ao endurecimento do seu coração. Tendo perdido toda a sensibilidade, eles se entregaram à depravação, cometendo com avidez toda espécie de impureza” (Efésios 4:17-19).

2 comentários em “Pecado: Natural ou Naturalizado?

  1. Parabéns meu irmão pastor Jair pelo belíssimo trabalho, que sua vida e ministério possam ser enriquecidos a cada dia com a santa presença de Deus

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: